DX12 vai resolver os problemas de resolução do Xbox One substituindo a API da eSRAM

Brad Wardell: DX12 vai resolver os problemas de resolução do Xbox One substituindo a API da eSRAM.
 

A Stardock Studios está trabalhando em "Ashes of Singularity", um dos primeiros jogos que vão fazer uso total do DirectX 12. Brad Wardell do estúdio Stardock falou mais sobre DirectX12, e como ele vai melhorar o desempenho do hardware do Xbox One especificamente, dada sua natureza estática, se comparado a um PC.

"Não vai ter o mesmo impacto," disse Wardell. "Mas há algumas coisas que são importantes no DirectX 12 para os desenvolvedores de Xbox One. 
Em primeiro lugar o desempenho atual do Xbox é o resultado do mal uso da eSRAM. Você pode usá-la bem ou você pode usá-la mal ou mais ou menos, isso acontece por causa da sua API atual, que é uma extensão do DirectX 11 para o Xbox e é uma "bosta" para lidar com a eSRAM, disse Wardell. Isso resultou no que é chamado de "Resolution Gate".

Mas Wardell nos conta que a Microsoft já deixou de lado sua API que lida com a eSRAM derivada do DX11, e está substituindo por uma nova API que virá junto com DX12, e ele afirma que isso trará enormes mudanças.

"Nunca ví a Microsoft sair em público e dizer: Estamos tendo problemas para atingir os 1080p de resolução, pois seus usuários muitas vezes acham que é isto que deva acontecer e talvez não vão entender, mas na verdade, isso tem a ver com os desenvolvedores que não estão fazendo uso eficaz da "eSRAM", por causa da sua atual API. Por isso a Microsoft decidiu jogar fora toda a "porcaria" do DX11 e estão substituindo por algo novo, e isso é muito grandioso".

"Junto com esta nova API, eles também lançaram uma nova ferramenta de otimização que vai realmente mudar para o desenvolvedor. Então, ao invés de, o desenvolvedor ficar criando e testando para tentar entregar um set-up que usa eSRAM, eles terão o seu próprio app que fará isso para tentar fazer o máximo uso da capacidade da eSRAM. Outro detalhe é, o DX11 ainda serializa coisas do desenvolvedor da CPU para a GPU. Ela é de baixo nível, mas o fato é, tão baixo nível que ainda faz a serialização de um grande número de chamadasda da CPU para a GPU. Portanto, os benefícios que o PC estará recebendo serão maiores devido a flexibilidade de hardware junto com o DX12, mas o Xbox One dará um grande salto. Diz ele"

"É completamente diferente, porém o Xbox One vai obter um benefício substancial. A parte que eu acho que os usuários mais se preocupam, é que ele deva abordar as questões de resolução, pois para a maioria das pessoas, isso é o que deixa elas mais chateadas. Mas ele não vai fazer nada magicamente. Os desenvolvedores terão que usá-lo, não é simplesmente como os seus jogos antigos, que vão magicamente ficar mais rápido."

"Mas vai melhorar a resolução? Sim, está nova API deve fazer isso, ao resolver os problemas da eSRAM, porque o DX11 é realmente ruim ao tratar dela. Considerando supostamente que o DX12 irá melhorar tudo isso com a nova API é provável que irá torná-lo muito mais fácil para otimizar.

"A API está lá para ser usada como uma ferramenta para esta peça especifica de hardware. E o que estava sendo usado no DX11 não foi fácil, foi um processo de tentativa e erro. Foi muito falha ao tentar tirar proveito da eSRAM. No DX12 eles mudaram isso para torná-la mais fácil, é provável que esteja caminhando para obter dos desenvolvedores muito mais otimização."